Coronavírus: profissionais de SST em alerta


Os números são alarmantes: aproximadamente 910 pessoas já morreram na China Continental devido ao coronavírus. Além deste número, cerca de 40 mil já foram infectadas.

Risco mundial

O coronavírus não está “preso” apenas na China. Outros 29 países já confirmaram casos da doença respiratória causada pelo vírus e, pior do que isto, no domingo, 2 de fevereiro, as Filipinas confirmaram o primeiro caso de morte fora da China.

Ou seja, com a disseminação do coronavírus, muitas pessoas correm perigo. Porém, queremos falar, de forma especial, de muitos trabalhadores correndo perigo.

Anvisa emite nota para alertar trabalhadores que atuam em pontos de entrada

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu uma nota de alerta contra o coronavírus para trabalhadores que atuam em pontos de entrada, como portos, aeroportos e fronteiras do país.

Diante das recomendações dadas, o principal alerta é para o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Confira as recomendações:

  • Se não houver relato da presença de caso suspeito, servidores e trabalhadores que realizam abordagem em aviões, navios e demais meios de transporte devem utilizar máscara cirúrgica.

  • Se houver relato de presença de caso suspeito, servidores e trabalhadores que realizam abordagem em aviões, navios e demais meios de transporte devem utilizar máscara cirúrgica, avental, óculos de proteção e luvas.

  • Servidores e trabalhadores que realizam inspeção de bagagem acompanhada devem utilizar máscara cirúrgica e luvas.

  • É importante ressaltar que, conforme determinação do Ministério da Saúde, é de responsabilidade de todos os órgãos e empresas a disponibilização de EPIs para servidores e funcionários que estiverem em contato com viajantes.

É claro que, além da utilização de EPIs, é necessário que estes trabalhadores adotem medidas preventivas de higienização, como lavar sempre as mãos com água e sabonete; utilizar álcool gel para higienizá-las; cobrir boca e nariz quando espirrar e tossir ou, ainda, evitar tocar mucosas de boca, nariz e olhos.

Riscos Biológicos: o que você precisa saber

Quando falamos em vírus, estamos falando em Riscos Biológicos. Vírus, bactérias, parasitas, protozoários, fungos e bacilos são Riscos Biológicos. Existe Risco Biológico quando há exposição a microrganismos vivos que, em contato com o ser humano, podem causar diversas doenças. São muitas as profissões que acabam expondo os trabalhadores a esses riscos.

Os EPIS são eficazes?

Sim, eles são! Mas é preciso que o equipamento de proteção bloqueie todas as vias de entrada no organismo e garantir que os procedimentos de uso sejam respeitados.

E existe hoje no mercado uma grande quantidade deles para fins de prevenção aos Riscos Biológicos. Independente do ramo de atuação, a variedade é realmente muito grande.

Porém, mais importante do que adequar o EPI à atividade, é controlar seu uso e garantir sua eficácia. Afinal, de nada adianta o colaborador utilizar um equipamento que não está cumprindo com o seu objetivo.

Diante dessas informações e da possibilidade do coronavírus chegar ao Brasil – muito em breve – reiteramos o alerta para que haja proteção de todos os colaboradores.

Por ora, aqueles que trabalham diretamente com o risco e, claro, se houver um caso confirmado em sua cidade, proteção para todos, sem exceção.

Fonte: SST Online

Recent Posts
Archive

Grupo Realiza - Saúde e Segurança do Trabalho, Consultoria e Treinamentos

Rua Alberto Bins, 658/402

Centro - Porto Alegre/RS

comercial@realizaconsultoria.com.br

Tel: (51) 3224-0032

       (51) 99266-3248

whats branco.png
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

© 2020 | Grupo Realiza